segunda-feira, 13 de abril de 2009

Cianureto de Potássio

Quando eu era criança tinha muito medo de fantasmas. Meu pai costumava dizer que entre os vivos e os mortos há um abismo intransponível e isso me ajudava bastante.
É por isso que eu decidi que você deve morrer.
Uma dose de cianureto de potássio no seu café e estará tudo resolvido.
Porque nós sabemos que o abismo já existe, meu bem...
O cianureto é só pra garantir que seja intransponível mesmo!

PS: Sim, às vezes eu tenho pensamentos homicidas.

6 comentários:

Poeta Mauro Rocha disse...

Às vezes temos muitos pensamentos, enquanto temos e escrevemos a vida vai passando e descobrimos que há outros pensamentos, continue escrevendo...


BJS

Zé, de sobrenome Forner. disse...

Posso trocar o café por um Campari?

Bjo

Quixote. disse...

" Navegar é preciso...Viver também..."
Deixe disso, mande esse "fantasma" para aquele lugar...e viva! e pegue tudo que é seu...
" Os alquimistas já estão no corredor..."
Quixote.

Ana Paula disse...

Mando sim, seu Quixote:

VAI TOMAR NO SEU CU, FANTASMA.

Os alquimistas? No corredor?!!!
Hum... entendi... rss

Zé, de sobrenome Forner. disse...

dESABOTOAR o cérebro?
Acho que tem a ver com deixar o inconsciente agir um pouco.

Um abraço na cientista re-iventora do tempo!

HEL disse...

[Escritor em potencial.

SUICÍDA em potencial.
Mas o texto me deu uma vontade besta de continuar vivendo,
para escrever... Escrever acalma de forma ainda mais besta, né?

Esse seu textINHO deve ser até, antigo,
mas AHAZOU.]