sábado, 21 de março de 2009

Heroes


Você sempre me faz chorar.
Principalmente quando passa muito tempo longe.
Sinto-me péssima.
Vem aquela sensação de que você está cada vez mais afastado de mim. É quando sua falta dói...
Tenho aquelas noites degradantes de lágrimas, dezenas de cigarros e músicas melancólicas.
Sempre chego ao trabalho com os olhos inchados e o estômago em frangalhos na manhã seguinte. Dia desses uma amiga perguntou o que me aconteceu e eu disse que fui exposta por muito tempo à música ruim e que sou alérgica.
Às vezes, conto para alguém as coisas que você me diz.
Aí, eu me sinto um pouco melhor.
É por isso que valorizo tanto os amigos: eles fazem tudo parecer mais simples.
Lamentando-me para algumas amigas, contei-lhes sua frase memorável:

“SERÁ QUE PELO MENOS UMA VEZ NA VIDA NAO PODEREI DEIXAR DE
SER O SUPER-HOMEM...
E ESPERAR QUE ALGUEM ME SALVE???”

Foi o suficiente.
Agora tenho vários apelidos por aqui:
Mulher-Maravilha, Tempestade, Electra, She-ra, Xena e até a Sara... aquela do Cavalo de Fogo.
Daí formou-se a cantoria daquela música da abertura com vozes tão desafinadas quanto a da própria mulher que cantava no desenho.
E da Sara pulamos para a Caverna do Dragão, Tom e Jerry, Pica-Pau, Ursinhos Carinhosos, Muppets, Popeye e toda a fauna animada da saudosa infância.
Então, você se perdeu no meio do Mestre dos Magos, do Gonzo, Brutus, Leôncio e mais uma legião de personagens fantásticos...
E as amigas transformaram tudo em algo muito simples:
Nosso amor mal sucedido é apenas uma estória...
E nós dois, apenas personagens iguais a esses de desenhos animados que víamos há muito tempo atrás.

“We can be Heroes
Just for one day”...

5 comentários:

Caroline disse...

Legal o texto, um pouquinho triste no final, mas ainda assim belo. Minhas amigas também são muito criativas... rsrs

Adorei aqui!
O texto "Vem.." é maravilhoso.

Beijo enorme!!

Poeta Mauro Rocha disse...

Texto muito bom, agora maravilhoso foi a citação da música do Bowie, "Heros" é linda.Parabéns!!

Adoro pessoas inteligentes e cultas.

Quixote. disse...

É, Paula, isso de ser Super-Herói é mesmo um problema...felizmente, certas pessoas tem mesmo o "dom" de segurar a barra pesada que for, olhar pro infinito sem relutância em aceitar que a vida é foda...que nada pode ser simples, feliz, momentaneamente perfeito sem antes ser antecedido de algumas pesadas lágrimas...[e um pouquinho de covardia...]
Acompanhar um Deus até o paraíso deve ser mesmo a primeira maravilha do mundo...
Ir ao encontro de um Virgílio marginal no fundo de um poço profundo é mesmo coisa de mártir...
Viver o amor, hoje, é isso: "conveniência". Abraços, beijos calientes, sexo selvagem,algumas bebidas, gelo e, depois, um adeus...
Mas fica aquela sensação de vazio que seguidamente tortura a humanidade...
E que consegue preocupar a mente daqueles que teriam "tudo" para serem felizes...
Porque há algo dentro deles que quer mais...
E que brada por sofrer se preciso.
Brada por salvar, por resgatar...por se afogar na lama com o seu "ideal"...
Deixo uma canção, se me permite:
Emotional Rascue. THE ROLLING STONES.
Quixote.

Quixote disse...

PS- Adorei as histórias e os desenhinhos...O trágico sempre foi mesmo muito cômico...
Principalmente para aqueles que vivem através da frígida proteção de um "olho mágico".
Quixote.

Lo. disse...

Gostei do texto. E sabe pq? Pq isso de heróis e desenhos me lembrou muito uma pessoa por quem eu tenho um apreço imenso. :)